As 15 coisas que não gosto dos Estados Unidos

Depois de As 20 coisas que mais amo nos Estados Unidos vim falar das coisas que não gosto, já que nada é perfeito, não é mesmo? Mas antes de tudo, não estou reclamando dos Estados Unidos e respeito muito as diferenças culturais, inclusive as coisas que gosto ainda são maioria.
Além disso, tudo é generalizado, falo de acordo com a maioria dos americanos que conheço e nenhuma dessas coisas são motivos pra eu ir embora e desistir de tudo o que vim fazer aqui.

Imagem: Shutterstock

  1. O barulho das casas de madeira – O fato das casas serem de madeira faz com que você escute tudo o que acontece em qualquer comodo da casa e perca a privacidade e os momentos de silêncio. E quando você está sozinho, a madeira fica estalando e parece que tem espíritos na casa. Hahaha
  2. Tudo se resume em guerra – Acho bem bonito eles valorizarem cada pessoa que lutou e morreu tentando salvar o país nas guerras, o jeito que eles amam o lugar que moram e o jeito que a cada esquina que você vira são cinco capítulos da aula de história que você não lembra mais. Mas, que tal começar a ter orgulho de lutar por paz e por menos mortes, né?!
  3. Os americanos te amam, mas só se você não fizer nada de errado – Americano tem a cultura de elogiar bastante, ainda mais quando você faz algo bem feito e de dizer o quanto gosta de você. Mas se você fizer algo errado, se prepara para escutar o maior sermão da história e esquece tudo o que você fez de certo antes, isso já não vale mais.
  4. Desperdício (comida, roupas, água, lixo) – A comida quase nunca é reaproveitada, o processo é: Cozinhou, sobrou, lixo. Você pode até colocar na geladeira por alguns dias mas o destino final dela será sempre o lixo. Água tem de sobra então você pode deixar a torneira aberta esperando ela esquentar e também encher a banheira para tomar banho todos os dias. Não existe doação de roupas, novas, com etiquetas, usadas ou velhas… Se você não quer mais: lixo. O lixo mesmo? Nunca ouvi dizer pra onde vai e é uma mega produção todos os dias.
  5. Frio – Oito, nove meses de frio, neve, chuva é demais pra quem ama sol e praia. Ainda não sei lidar.
  6. Nada funciona a noite e nem aos domingos – Normalmente os restaurantes fecham às 10h e aos finais de semana às 8h, então se você trabalhou até mais tarde, esquece de ir jantar fora. Se você quer pedir alguma coisa pra comer naquele dia preguiçoso, tem que se contentar com uma pizza e os raros restaurantes de comida chinesa que trabalham com delivery. De resto, o máximo que você pode fazer é ligar fazendo o pedido e ir buscar quando estiver pronto. As baladas começam às 11h da noite e acabam as 2h e não é que o lugar vai ficando vazio, vão colocando aquelas músicas de final de festa e de repente acabou. 2h em ponto as luzes se acendem, a música para e todo mundo vai embora. De domingo muitos lugares estão fechados e não tem quase ninguém na rua.
  7. Ano novo – No ano novo está frio, não tem fogos como no Brasil e os americanos não comemoram tanto. Saudades farofada na praia, calor, cerveja e 20 minutos de fogos haha.
  8. O jeito que os americanos mimam as crianças – Aqui a criançada decide tudo, que horas vai comer e o que, que horas vai pro parque, qual parque e que horas vai voltar. Eles ganham presente o tempo todo não importa se estão tendo um mal comportamento, afinal, os pais raramente estão com eles, então quando estão não dá pra ficar sendo muito duro.
  9. Animais e insetos – Sou muito feliz por nunca ter visto uma barata nos Estados Unidos, mas gente… O que são essas aranhas gigantes que pulam, insetos enormes que eu nunca vi na vida, esquilos que constroem casa no teto do seu quarto e os veados, raposas e coelhos dando um role no meio da rua? hahaha Juro que moro em uma cidade grande, mas às vezes tenho que ficar esperando os veados pararem de brincar no meio da rua pra eu poder passar. E alguns tem chifres então tenho que ficar de boa.
  10. A segurança dos aeroportos – É uma segurança necessária por todo o histórico de violência e terrorismo do país mas haja paciência. Mas toda vez tem que chegar cedo no aeroporto porque normalmente as filas são enormes. Aí tira blusa, sapato, reza pra eles não abrirem sua mala.
  11. A ignorância dos americanos – Por mais viajado, inteligente e culto que um americano seja ele acha que os Estados Unidos é o único e mais importante lugar no mundo. Para eles não existe fome no mundo, todo mundo tem acesso a educação, carros, roupas e uma vida de qualidade.
  12. A bagunça e nojeira – Americano arrota na mesa, arrota o tempo todo e alto, mas logo em seguida pede desculpa então isso não é considerado falta de educação. Eles lavam os potes de ração dos gatos/cachorros junto com a louça da casa ou então usam os pratos que comemos pra colocar comida pra eles. Como americano não tem costume de frequentar a casa uns dos outros igual nós brasileiros, a casa fica uma bagunça e não precisa limpar sempre também, os banheiros são piores do que os das baladas, haha. E eles não tomam banho antes de dormir, não importa se passaram uma hora na academia e às vezes eles não tomam banho nem por um semana. Ah, já vi bebês ficarem um mês sem banho. Eles não escovam o dente sempre o que faz com que muito americano tenha os dentes bem amarelos. Não sou de muita frescura mas tem coisas que não dá.
  13. A falta de felicidade – Nosso churrasco tem música, samba, cerveja, amigos e muita risada, cantamos parabéns batendo palma e fazendo muito barulho, quando mais bagunça melhor. Procuramos motivos pra estar junto com pessoas e rir muito, na praia, no sítio. Além do americano não fazer nada disso, quando ele vê algo do tipo ele só olha com aquela cara de que pessoas de outros países são só “serumaninhos” estranhos que invadiram o país deles.
  14. A comida – Eu amo as besteiras que os americanos comem e, o melhor, é tudo barato. Mas esquece de ser saudável, tudo é congelado, as frutas e legumes tem alguma coisa muito estranha que o gosto não é o mesmo e elas não estragam nunca, um mês e elas estão do mesmo jeito. Sódio é o que mais tem nos alimentos e sinto muita falta do suco de laranja e maracujá natural.
  15. Assedio sexual, machismo e estupro – Só depois de quase um ano morando nos Estados Unidos fui perceber que as mulheres são tão maltratadas quanto no Brasil. Aqui nós também somos vistas como sexo frágil e objeto sexual, temos salário mais baixo do que o dos homens, somos alvos de piadas e olhares maliciosos. O nível de estupro aqui é maior do que no Brasil e em muitos lugares do mundo. Claro que eu me sinto mais protegida, mesmo porque ninguém sai gritando “gostosa” no meio da rua ou “se te pego, te quebro no meio” assim como diz nosso querido cantor Biel.
Anúncios

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s