Um homem precisa viajar

Amyr Klink começa um dos seus textos dizendo que “um homem precisa viajar”. Por mais que todo mundo concorde com isso e por mais que eu tenha lido esse texto por muito tempo, só hoje consigo entender o real significado dessa frase e talvez do texto inteiro. (Leia o texto completo aqui!).

001

Há alguns anos, quando estar mais do que uma semana fora do meu país era apenas um sonho muito distante, pude acompanhar o intercâmbio de algumas amigas. Eu era apenas uma pessoa observando de fora tudo o que acontecia com elas, e claro, julgando algumas situações em que elas estavam vivendo.

Uma delas estava no inverno londrino, pegou uma gripe forte e ligou para a mãe que ficou super preocupada. Outra teve um pequeno acidente e ligou para o pai desesperada. Teve uma que comentou sobre a dualidade de viver um sonho e sentir saudade dos amigos e da família, e a outra que reclamou do trabalho de jardinagem.

Consigo lembrar das minhas reações de indignação dizendo: “Você ligou para sua mãe por causa de uma gripe? O que ela vai resolver do Brasil? Levanta e vai fazer um chá, sei lá”. “O que seu pai pode fazer pelo seu acidente?”. “Saudade? Mas quando você estava no Brasil ficava meses sem ver os seus amigos, o que mudou agora?”. “Ah, para! Você está fazendo jardinagem mas pelo menos é em outro país”.

Hoje estou a tão pouco tempo fora e já pude sentir na pele muitas dessas situações.

Pode ser uma simples gripe, ou uma virose como no meu caso, mas você vai querer pedir ajuda. Se eu estivesse no Brasil minha mãe também não iria poder fazer nada, assim como as pessoas que estavam do meu lado também não puderam, mas você fica sensível e pede por alguém. Ou quer que alguém te leve no hospital para que aquilo passe logo, mas você também não pode porque o sistema médico não funciona do jeito que você está acostumado.

Você pode ficar meses sem ver os seus amigos enquanto está no Brasil, mas no fundo sabe que se pegar um ônibus, trem, metrô ou dirigir alguns minutos, pode chegar até eles.

Sempre vai existir uma coisa ruim no seu trabalho, que vai te fazer se questionar e às vezes querer não estar ali, seja em um escritório na Faria Lima ou no jardim de uma casa na Alemanha.

Eu viajei por minha conta, com meus olhos e pés e hoje já consigo enxergar melhor o que é meu e ao que devo dar mais valor. E essa experiência só me faz acreditar mais e mais que “um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como imaginamos, e não como simplesmente é ou pode ser“.

Anúncios

2 comentários sobre “Um homem precisa viajar

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s