Argentina, Buenos Aires – Roteiro de 4 dias

Talvez por ser bem perto do Brasil, Buenos Aires sempre foi o meu plano “start” de viagens internacionais. Demorou um pouquinho, mas consegui realizar.

Eu e o namorado decidimos comprar a viagem de repente e foi tudo muito rápido. Mesmo assim, fiz questão de criar um roteiro e pesquisar bastante coisa para que não ficássemos perdidos no meio dos “hermanos”.

ROTEIRO

Programei um roteiro listando tudo que queríamos ver/conhecer. Depois fui encaixando os lugares mais próximos olhando no mapa, colocando junto tudo o que estava perto.

Conversei com amigos que já viajaram para lá e consultei sites na internet para colher informações. O site Buenos Aires Turismo é bastante completo e ajuda muito na hora de montar o roteiro.

HOTEL E PACOTE DE VIAGEM

Fechamos a viagem com uma companhia de turismo que sugeriu o Park Chateau Unique Hotel. Um hotel simples, bem no centro de Buenos Aires, perto de tudo e que se encaixava no nosso orçamento.

Quando chegamos, o hotel foi muito mais do que esperávamos. Quarto limpo, grande, bonito e aconchegante, ainda que simples. Além de tudo, fomos muito bem atendidos, conseguimos trocar dinheiro por um bom valor na própria recepção do hotel e era realmente bem localizado. Apenas o café da manhã foi muito simples e com poucas opções, então o melhor é tomar café na rua.

Quanto aos dias, decidimos chegar no dia dos namorados de manhã e aproveitar todo o final de semana. No total, quatro dias e três noites.

DINHEIRO

Calculei uma média de quanto gastaríamos durante a viagem, compramos esse valor em dólar ainda no Brasil e trocamos por peso na Argentina. Demos sorte que o nosso hotel trocava por um bom valor: 1 dólar = 10 pesos. O máximo que vimos foram lugares que trocavam 1 dólar por 11 pesos. O problema é que tem muitas casas de câmbio e até pessoas na rua oferecendo essa troca, mas que não são confiáveis. Então, preferimos não correr o risco.
Acabamos perdendo um pouco de dinheiro por ter pago taxa de dólar no Brasil. Vale a pena levar o real mesmo e trocar por peso (1 real = 4 pesos. O máximo que vimos foi 1 real por 4,08 pesos).

IDIOMA

Mesmo que o espanhol (castelhano) seja uma língua bastante parecida com o português, algumas palavras são diferentes e acho legal estudar um pouco do vocabulário de turista para se adaptar, cumprimentar e estar pronto para o mínimo de comunicação.

O site Bab.la é um guia muito legal que está dividido em compras, saúde, comendo fora, acomodações, hora e outras informações básicas que você pode precisar.

Cheguei no aeroporto super empolgada para expor o meu “portunhol”, mas eles entendem bem o que a gente fala haha. Só em alguns lugares que sentia muita diferença e até eles não entendiam nada do que falávamos.

O DIA A DIA

12/06 – Quinta-feira

Almoço: Restaurante El Sanjuanino no bairro da Recoleta. Tradicional e barato (Em torno de 240 pesos = R$ 60,00 por casal). Tão gostoso que acabamos voltando lá no último dia.

Jogo de Estreia do Brasil na Copa do Mundo: Buller Pub também no bairro da Recoleta. É um pub que produz a própria cerveja e é bastante aconchegante. Não lembro quanto deu a conta.
O bar estava cheio de brasileiros e foi ótimo ver o Brasil ganhar o jogo no meio dos poucos argentinos que estavam por lá torcendo contra.

Recoleta_Buller Pub_Estreia do Brasil na Copa do Mundo (2)

Jantar de dia dos namorados: Restaurante Cabaña de Las Lilas em Porto Madero. Acho que foi uma das melhores carnes e vinho que consumimos na viagem, mas o preço é mais alto, assim como tudo em Porto Madero, pois é um bairro bastante nobre de Buenos Aires (em torno de 600 pesos = R$ 150,00).

Depois fomos andar em volta do Rio da Prata. Lá fica lindo a noite, mesmo com o frio de 7º que estava fazendo.

Puerto Madero 22

 

13/06 – Sexta-Feira

Manhã: Acordamos super cedo para ir ao tão falado Zoológico de Luján (http://www.zoolujan.com/) na cidade de Luján, que fica a uma hora de Buenos Aires. Pegamos uma van no Terminal do Obelisco com uma empresa chamada Fabe Bus. Eles são confiáveis, saem de uma em uma hora tanto do terminal na ida, quanto no zoo na volta e custa 60 pesos por pessoa (R$ 15). Você precisa ligar na empresa e agendar a ida um dia antes e quando chega no zoológico já agenda a volta.

Ir ao zoológico é uma experiência incrível. Você realmente fica cara a cara com animais selvagens e sabe-se lá quando isso acontecerá de novo na sua vida. Porém, é um passeio bastante cansativo, com muitas filas para entrar nas jaulas e o lugar é um pouco descuidado (vá de roupa escuta porque suja bastante). Não sei se iria novamente.
Sempre escutei comentários de que os animais são maltratados e dopados. Vimos que eles são bem tratados e familiarizados com os domadores. Alguns animais estavam agitados quando chegamos e depois dormiram por muito tempo, mas não dá para saber se são dopados.
A entrada do zoológico custa 300 pesos por pessoa (R$ 75).

Zoo Luján_Cidade de Luján 47Da muito medo, mas é lindo ver de tão perto. Essa é  a Sasha, um tigre branco

Almoço: Mc Donald’s no centro de Buenos Aires(140 pesos = R$ 35,00 o casal). Cansaço e mega vontade de correr pro hotel e tomar um banho deu nisso.

O Mc Donald’s argentino tem menos opções de lanches e o gosto é um pouquinho diferente.

Tarde: Cemitério da Recoleta (entrada gratuita). O lugar é considerado um museu pelo grande número de obras de arte e pelo número de famosos da política, cultura, arte e ciências estão enterrados lá, como Evita Perón. Eu particularmente achei o lugar meio macabro. Da para ver os caixões dentro dos túmulos.

Cemitério da Recoleta 4Parece muito que vai aparecer um espírito vagando na nossa frente, no maior estilo Supernatural haha

Jantar: Hard Rock Café no Bairro da Recoleta.
O lugar é demais! A decoração, a comida, o atendimento, tudo. Vale a pena ir. Gastamos em torno de 600 pesos (R$ 150) mas exageramos na comida e bebida.

Hard Rock Café_Recoleta 5

 

14/06 – Sábado

Manhã: Fomos de táxi do hotel até o Caminito no Bairro do Boca (20 a 30 min.). O Boca é um bairro pobre, cercado pelo Rio Riachuelo e fomos avisados por locais a não sair das ruas do Caminito sozinhos, pois deixava de ser seguro. Mas, tiramos fotos, andamos por ali e não vimos risco.

A decoração do bairro é demais. Mais latino impossível! Tem muito comercio, galerias e lojas de presentes e souvenir.

Dica: As pessoas “abusam” dos turistas no Caminito. Vão insistir para você tirar foto naqueles painéis de madeira onde coloca só a cabeça e a dançar tango com dançarinos na rua. E cobram de 30 a 150 pesos por isso, alegando que estão trabalhando.

La Boca_El Caminito 7

Andamos em torno de quatro quarteirões e chegamos ao Estádio La Bombonera – Boca Júnior. A visita ao museu do time e a entrada na arquibancada custa 70 pesos por pessoa (R$ 17,50). Não precisa de guia para essa visita. Tanto o museu quanto o estádio são bem pequenos e é uma visita rápida. Isso, caso seu namorado não seja apaixonado por futebol e fique encantado haha

La Boca_Estádio La Bombonera_Boca Júniors 29

De lá, pegamos um táxi e fomos conhecer a Rua Florida, famosa por ser o centro das compras. Mas, não achamos nada demais. Tem muitas lojas de roupas e esporte assim como São Paulo.

Da rua Florida, procuramos uma linha verde do metrô (5 pesos por pessoa = R$ 1,50) e fomos até o Bairro de Palermo que tem a maior área verde da cidade de Buenos Aires.

Almoço: Restaurante La Payuca. Comemos deliciosas Rabas Fritas (lula frita) de entrada e no total gastamos em torno de 639 pesos (R$ 159,85) o casal.

Palermo:

Palermo 2Filme de princesa?

Palermo_Jardim Japonês 3Jardim Japonês

Noite: Señor Tango. A entrada, transfer ida e volta, incluindo o jantar e uma garrafa de vinho por casal = 450 pesos por pessoa (R$ 112,20).

O lugar é sensacional! Parece que você está a bordo do Titanic, a comida é boa (diferente do que lemos na internet antes de ir), fomos bem atendidos e assistir ao show é maravilhoso. Apenas achei super chato o diretor e produtor da casa, Fernando Soler. O cara se acha A estrela e toma uma boa parte do show, quando eu queria era ver mais danças.
Falam que o Señor Tango tem uma apresentação a la Broadway para impressionar turistas mesmo. Na próxima vez quero conhecer um show de tango tradicional.
O jantar tem duração de, mais ou menos, uma hora e meia e o show de duas horas e meia.

Señor Tango 12

Señhor Tango 5

 

15/06 – Domingo

Acordamos tarde, fomos tomar café da manhã na Recoleta e foi simplesmente amor.

Sentamos do lado de fora do restaurante, envolta tínhamos a vista da praça, estava um friozinho com sol, foi uma delícia. Não temos isso em São Paulo.

Recoleta_Cafe da Manhã

 

E domingo se resumiu em duas pessoas simplesmente mortas que não conseguiram cumprir o roteiro do dia.

OBS:

– Tentaram nos vender diversos passeios (city tour, zoológico, tango etc) mas não aceitamos. Primeiro que você vai conhecer muita coisa apenas pela janela de uma van e depois que os preços são muito mais altos do que fazer por conta. Além disso, acho que uma viagem tem que ser feita pelos seus próprios pés e olhos. Independente do cansaço, compensa muito.

– Fomos muito bem tratados pelos argentinos. Quando pedíamos alguma informação, eles nos levavam até determinado lugar para que pudessem explicar melhor. Tem muita gente lá que abusa de turista, mas dá para ficar atento sem desconfiar de Deus e o mundo. Já basta morar em São Paulo, né?!

– Nossa paixão da viagem toda foi o bairro da Recoleta. Além de ser o bairro onde estava o nosso hotel, tudo lá é muito lindo e charmoso

Recoleta 4♥♥♥

 

Viajar é a coisa que mais me conecta com a vida. Que venham as próximas!

 

Anúncios

Um comentário sobre “Argentina, Buenos Aires – Roteiro de 4 dias

  1. Pingback: Outtamind – Nerdices, viagens, música e muito chá » Por aí #005: Virginia – O que ver e fazer

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s